USO DO RESPIRADOR FACIAL N95 NA PRECAUÇÃO AÉREA E OS ENFERMEIROS

Provavelmente no dia a dia do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar [SCIH] dentro das instituições de saúde, a equipe nunca tenha parado para refletir sobre algo muito importante e sobre o qual não se dá conta diante de tantas outras demandas. A pergunta é: “Como estamos usando o respirador facial N95 na assistência ao paciente em precaução aérea?” Ou melhor pensando: “Como os colegas da assistência direta, treinados pelo SCIH, estão usando o respirador facial N95 ao cuidar do paciente em precaução aérea?”.

Esse estudo que acabou de ser publicado em Mai/2018 no American Journal of Infection Control, nos dá uma pista de como anda essa questão, e os achados são assustadores!!

Através de gravações em vídeo sobre o comportamento de vinte e quatro [24] Enfermeiros realizando assistência ao paciente em precaução aérea em um ambiente simulado, os pesquisadores encontraram várias inadequações no uso do respirador facial N95, o que colocaria em risco a saúde desses Enfermeiros, caso fosse uma situação real – proteção respiratória comprometida para esses 24 Enfermeiros.

O mais impactante foi verificar que mesmo esses Enfermeiros estando cientes de que estavam sendo filmados na simulação, muitas inadequações ocorreram no uso desse Equipamento de Proteção Individual [EPI].

Eu acrescento ainda que os achados desse estudo nos faz refletir que o efeito Hawthorne, tão temido por pesquisadores quando se trata de estudo em que os participantes tem conhecimento de que estão sendo observados, aqui se diluiu.  Isso é assustador porque se em assistência simulada em laboratório e com ciência dos participantes sobre as filmagens no momento das atividades hipotéticas os resultados foram preocupantes, o que dizer na assistência real ao paciente em que todos acham que não estão sendo observados nas suas atividades diárias?

Vale a pena conferir alguns desses resultados que estão disponíveis no:

NurseOnline-> “Publicações” -> Artigo1.

https://katiagc.wixsite.com/nurseonline

……………………………………………………………………………………………………………………

Colaboração: Kátia Costa [06/Mai/18]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *